O que você procura?
 

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Listando 57 poesias com a letra D

Da Felicidade (Mário Quintana)
Da inquieta esperança (Mário Quintana)
DA PRIMEIRA VEZ ELA CHOROU.... (Vinicius de Moraes)
Dá-me a Tua Mão (Clarice Lispector)
Dalila (Castro Alves)
Dama Negra (Castro Alves)
Daqui... (Alexandre ONeill)
Das utopias (Mário Quintana)
Data e dedicatória (Mário Quintana)
De alma em alma (Cruz e Souza)
De Joelhos (Casimiro de Abreu)
De noite... (Pablo Neruda)
De outras sei (Olavo Bilac)
De Repente (Mário Quintana)
De Repente (Vinícius de Moraes)
De repente do riso fez-se o pranto (Vinicius de Moraes)
De Tarde (Cesário Verde)
De tudo, ao meu amor serei atento (Vinícius de Moraes)
De tudo, ao meu amor serei atento (Vinicius de Moraes)
De um lado cantava o sol (Cecília Meireles )
De Verão (Cesário Verde)
Declaração de Amor (Desconhecido)
Deixa acontecer (Vinícius de Moraes)
Deixa o Olhar do Mundo (Olavo Bilac)
Deixo ao cego e ao surdo (Fernando Pessoa)
Demônios (Cruz e Souza)
Depois da Feira (Fernando Pessoa)
Depois do sol... (Cecília Meireles )
Deprecação (Gonçalves Dias)
Desalento (Vinícius de Moraes)
Desconhecido (Joao Filho)
Desculpa (Desconhecido)
Desejo (Casimiro de Abreu)
Desejo (Gonçalves Dias)
Desencanto (Manuel Bandeira)
Desespero (Castro Alves)
Deslumbramentos (Cesário Verde)
Desmantelo azul (Carlos Pena Filho)
Despedida (Nina)
Destinos (Desconhecido)
Deus (Casimiro de Abreu)
Deus do Mal (Cruz e Souza)
Dialética (Vinícius de Moraes)
Discurso (Cecília Meireles)
Do que me dissestes... (Manuel Bandeira)
Dobre (Fernando Pessoa)
Dois (Pablo Neruda)
Dois Amantes (Pablo Neruda)
Dois quadros (Patativa do Assaré)
Domus aurea (Cruz e Souza)
Dores (Casimiro de Abreu)
Dormes... (Olavo Bilac)
Dos milagres (Mário Quintana)
Dos nossos males (Mário Quintana)
Durante um temporal (Castro Alves)
Durante um temporal (Castro Alves)



 


Home | Política de Privacidade | Termos de Uso |    Copyright ©2019 Amo Poesias www.amopoesias.com