O que você procura?
 
Amo Poesias › OUTONAL (Florbela Espanca)


  

OUTONAL


Caem as folhas mortas sobre o lago;

Na penumbra outonal, não sei quem tece

As rendas do silêncio... Olha, anoitece!

- Brumas longí­nquas do Paí­s do Vago...



Veludos a ondear... Mistério mago...

Encantamento... A hora que não esquece,

A luz que a pouco e pouco desfalece,

Que lança em mim a bênção dum afago...



Outono dos crepúsculos doirados,

De púrpuras, damascos e brocados!

- Vestes a terra inteira de esplendor!



Outono das tardinhas silenciosas,

Das magní­ficas noites voluptuosas

Em que eu soluço a delirar de amor...


Autor: Florbela Espanca

Adicionado em 24/10/2008  |  Cliques: 11




 


Home | Política de Privacidade | Termos de Uso |    Copyright ©2019 Amo Poesias www.amopoesias.com