O que você procura?
 
Amo Poesias › Nu (Manuel Bandeira)


  

Nu


Quando estás vestida,
Ninguém imagina
Os mundos que escondes
Sob as tuas roupas.

(Assim, quando é dia,
Não temos a noção
Dos astros que luzem
No profundo céu.)

Mas a noite é nua,
E, nua na noite,
Palpitam teus mundos
E os mundos da noite.

Brilham os teus joelhos,
Brilha o teu umbigo.
Brilha toda a tua
Lira abdominal.


Autor: Manuel Bandeira

Adicionado em 24/10/2008  |  Cliques: 108




 


Home | Política de Privacidade | Termos de Uso |    Copyright ©2019 Amo Poesias www.amopoesias.com