O que você procura?
 
#2356 Pesquisa por "" | 7 resultados em 2 páginas, em 0.03669 segundos





A História  ( Gonçalves Dias )
Triste lição de experiência deixam Os evos no passar, e os mesmos atos Renovados sem fim por muitos povos, Sob nomes diversos se encadeiam Aqui, além, agora ou no passado, Amor, dedicação, virtude e glória, Baixeza, crime, infâmia se repetem, Quer gravados no soco de uma estátua, Quer em vil pelourinho memorados. Eis ...
Tipo: Poesias


Canto X (Parte II)  ( Luís Vaz de Camões )
51 «A nobre ilha também de Taprobana, Já pelo nome antigo tão famosa, Quanto agora soberba e soberana Pela cortiça cálida, cheirosa, Dela dará tributo í  Lusitana Bandeira, quando, excelsa e gloriosa, Vencendo, se erguerá na torre erguida, Em Columbo, dos próprios tão temida. 52 «Também Sequeira, as ondas Er ...
Tipo: Poesias


Amo-te tanto,meu amor não cante  ( Vinicius de Moraes )
Amo-te tanto,meu amor não cante O humano coração com mais verdade Amo-te como amigo e como amante Numa sempre diversa realidade. Amo-te afim,de um calmo amor prestante E te amo além,presente na saudade Amo-te enfim com grande liberdade Dentro da eternidade e a cada instante. Amo-te como um bi ...
Tipo: Poesias


A mãe do cativo  ( Castro Alves )
Le Christ í  Nazareth, atix jours de son enfance Jouait avec Ia croix, symbole de sa mort; Mí¨re du Polonais! quil apprene davance A combattre et braver les outrages du Sort. Quil couve dans son sein sa colí¨re et sa joie Qu’il ses discours prudents distillent le venin, Comme un aime obscur que son coeur se r ...
Tipo: Poesias


A MATILDE URRUTIA Seí±ora mí­a muy amada, gran padecimiento tuve al escribirte estos mal llamados sonetos y harto me dolieron y costaron, pero la alegrí­a de ofrecértelos es mayor que una pradera. Al proponérmelo bien sabí­a que al costado de cada uno, por aficción eléctiva y elegancia, los poetas de todo tiempo dispusiero ...
Tipo: Poesias


Livro das Perguntas  ( Pablo Neruda )
Tem coisa mais boba na vida que chamar-se Pablo Neruda? Que vim fazer neste planeta? A quem dirijo esta pergunta? E que importí¢ncia tenho eu no tribunal do esquecimento? Não era verdade que Deus vivia no mundo da lua? Minha poesia desgarrada abrolhos com estes olhos meus? Por que me picam as pulgas e os ...
Tipo: Poesias



<< Anterior 1 2Próxima >>





 


Home | Política de Privacidade | Termos de Uso |    Copyright ©2018 Amo Poesias www.amopoesias.com