O que você procura?
 
#565 Pesquisa por "poesias vaqueiro" | 990 resultados em 165 páginas, em 0.02073 segundos





As produções de todas as artes são tipos de poesias e seus artesãos são todos poetas.
Tipo: Frases


O vaqueiro  ( Patativa do Assaré )
Eu venho dêrne menino, Dêrne munto pequenino, Cumprindo o belo destino Que me deu Nosso Senhí´. Eu nasci pra sê vaquêro, Sou o mais feliz brasilêro, Eu não invejo dinhêro, Nem diproma de dotí´. Sei que o dotí´ tem riquêza, í‰ tratado com fineza, Faz figura de grandeza, Tem carta e tem anelão, Tem ca ...
Tipo: Poesias


Como se ama o calor e a luz querida, A harmonia, o frescor, os sons, os céus, Silêncio, e cores, e perfume, e vida, Os pais e a pátria e a virtude e a Deus Assim eu te amo, assim; mais do que podem Dizer-to os lábios meus, — mais do que vale Cantar a voz do trovador cansada O que é belo, o que é justo, santo e grande ...
Tipo: Poesias


Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros, De vivo luzir, Estrelas incertas, que as águas dormentes Do mar vão ferir; Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros, Têm meiga expressão, Mais doce que a brisa, — mais doce que o nauta De noite cantando, — mais doce que a frauta Quebrando a solidão, Seus olhos tão n ...
Tipo: Poesias


Pensas tu, bela Anarda, que os poetas Vivem dar, de perfumes, dambrosia, Que vagando por mares dharmonia São melhores que as próprias borboletas? Não creias que eles sejam tão patetas, Isso é bom, muito bom mas em poesia, São contos com que a velha o sono cria No menino que engorda a comer petas! Talvez mesmo que ...
Tipo: Poesias


Que me Pedes  ( Gonçalves Dias )
Tu pedes-me um canto na lira de amores, Um canto singelo de meigo trovar?! Um canto fagueiro já — triste — não pode Na lira do triste fazer-se escutar. Outrora, coberto meu leito de flores, Um canto singelo já soube trovar; Mas hoje na lira, que o pranto umedece, As notas doutrora não posso encontrar! Outrora os a ...
Tipo: Poesias



<< Anterior 1 2 3 4...165Próxima >>





 


Home | Política de Privacidade | Termos de Uso |    Copyright ©2014 Amo Poesias www.amopoesias.com