O que você procura?
 
#722 Pesquisa por "" | 68 resultados em 12 páginas, em 0.04323 segundos





NATUREZA ÍNTIMA  ( Augusto dos Anjos )
Cansada de observar-se na corrente Que os acontecimentos refletia, Reconcentrando-se em si mesma, um dia, A Natureza olhou-se interiormente! Baldada introspecção! Noumenalmente O que Ela, em realidade, ainda sentia Era a mesma imortal monotonia De sua face externa indiferente! E a Natureza disse com desgosto Tere ...
Tipo: Poesias


Luz da Natureza  ( Cruz e Souza )
Luz que eu adoro, grande Luz que eu amo, Movimento vital da Natureza, Ensina-me os segredos da Beleza E de todas as vozes por quem chamo. Mostra-me a Raça, o peregrino Ramo Dos Fortes e dos Justos da Grandeza, Ilumina e suaviza esta rudeza Da vida humana, onde combato e clamo. Desta minhalma a solidão de prant ...
Tipo: Poesias


A festa da natureza  ( Patativa do Assaré )
Chegando o tempo do inverno, Tudo é amoroso e terno, Sentindo o Pai Eterno Sua bondade sem fim. O nosso sertão amado, Estrumicado e pelado, Fica logo transformado No mais bonito jardim. Neste quadro de beleza A gente vê com certeza Que a musga da natureza Tem riqueza de incantá. Do campo até na floresta As ave ...
Tipo: Poesias


FRONDOSO e DURIANO, pastores  ( Luís Vaz de Camões )
A í¼a Dama Cantando por um vale docemente, deciam dous pastores, quando Febo no reino de Neptuno se escondia. De idade, cada um era mancebo, mas velho no cuidado, e descontente do que lhe ele causava parecia. O que cada um dizia, lamentando seu mal, seu duro Fado, não sou eu tão ousado que o ouse a cantar sem vo ...
Tipo: Poesias


Floresce!  ( Cruz e Souza )
Floresce, vive para a Natureza, Para o Amor imortal, largo e profundo. O Bem supremo de esquecer o mundo Reside nessa límpida grandeza. Floresce para a Fé, para a Beleza Da Luz que é como um vasto mar sem fundo, Amplo, inflamado, mágico, fecundo, De ondas de resplendor e de pureza. Andas em vão na Terra, apodr ...
Tipo: Poesias


Canção X  ( Luís Vaz de Camões )
Vinde cá, meu tão certo secretário dos queixumes que sempre ando fazendo, papel, com que a pena desafogo! As sem-razíµes digamos que, vivendo, me faz o inexorável e contrário Destino, surdo a lágrimas e a rogo. Deitemos água pouca em muito fogo; acenda-se com gritos um tormento que a todas as memórias seja estra ...
Tipo: Poesias



<< Anterior 1 2 3 4...12Próxima >>



natureza   pai   poesias egipcias   poemas   vida   mais poesias clarice lispector   poema   mensagens   poesias willian shakespeare sobre soliedariedade   poesias sobre milagres vida   poemas gonalves dias   poema poesia frase respeito   para amar o abismo preciso ter asas   frases d renovacao   frase   presente   poesia que fale amor impossivel   poemas castro alves   poema castro alves tristeza   poema bomba atomica   poema amizade   poema amizade pablo neruda-   pessoas especiais   pensamentos   pedra no caminho drummond   paz   parabenizar pela aposentadoria   para todos os pais   para estar bem   os homens perdem saude para juntar dinheiro   olavo bilac o amor que sofre   mensagens   mensagem para os pais   mensagem desenhos cravos para orkut   letra poesia eu sei que vou te amar   


 


Home | Política de Privacidade | Termos de Uso |    Copyright ©2017 Amo Poesias www.amopoesias.com