O que você procura?
 
#635 Pesquisa por "" | 142 resultados em 24 páginas, em 0.03064 segundos





A avó  ( Olavo Bilac )
A avó, que tem oitenta anos, Está tão fraca e velhinha! . . . Teve tantos desenganos! Ficou branquinha, branquinha, Com os desgostos humanos. Hoje, na sua cadeira, Repousa, pálida e fria, Depois de tanta canseira E cochila todo o dia, E cochila a noite inteira. í€s vezes, porém, o bando Dos netos invade a sala ...
Tipo: Poesias


I - Primeira Parte Brasão  ( Fernando Pessoa )
I. OS CAMPOS PRIMEIRO O DOS CASTELOS A Europa jaz, posta nos cotovelos De Oriente a Ocidente jaz, fitando, E toldam-lhe romí¢nticos cabelos Olhos gregos, lembrando. O cotovelo esquerdo é recuado; O direito é em í¢ngulo disposto. ...
Tipo: Poesias


Os Laços de Família  ( Clarice Lispector )
A mulher e a mãe acomodaram-se finalmente no táxi que as levaria í  Estação. A mãe contava e recontava as duas malas tentando convencer-se de que ambas estavam no carro. A filha, com seus olhos escuros, a que um ligeiro estrabismo dava um contí­nuo brilho de zombaria e frieza assistia. — Não esqueci de nada? perguntava p ...
Tipo: Poesias


O Canto Piaga  ( Gonçalves Dias )
I O Guerreiros da Taba sagrada, O Guerreiros da Tribo Tupi, Falam Deuses nos cantos do Piaga, O Guerreiros, meus cantos ouvi. Esta noite — era a lua já morta — Anhangá me vedava sonhar; Eis na horrível caverna, que habito, Rouca voz começou-me a chamar. Abro os olhos, inquieto, medroso, Manitôs! que prodígios ...
Tipo: Poesias


O Canto do Guerreiro  ( Gonçalves Dias )
I Aqui na floresta Dos ventos batida, Façanhas de bravos Não geram escravos, Que estimem a vida Sem guerra e lidar. — Ouvi-me, Guerreiros, — Ouvi meu cantar. II Valente na guerra Quem há, como eu sou? Quem vibra o tacape Com mais valentia? Quem golpes daria Fatais, como eu dou? — Guerreiros, ouvi-me; — ...
Tipo: Poesias


Deprecação  ( Gonçalves Dias )
Tupã, ó Deus grande! cobriste o teu rosto Com denso velâmen de penas gentis; E jazem teus filhos clamando vingança Dos bens que lhes deste da perda infeliz! Tupã, ó Deus grande! teu rosto descobre Bastante sofremos com tua vingança! Já lágrimas tristes choraram teus filhos, Teus filhos que choram tão grande mudança. ...
Tipo: Poesias



<< Anterior 1 2 3 4...24Próxima >>





 


Home | Política de Privacidade | Termos de Uso |    Copyright ©2018 Amo Poesias www.amopoesias.com