O que você procura?
 
#1634 Pesquisa por "" | 110 resultados em 19 páginas, em 0.03079 segundos





Anjo  ( Casimiro de Abreu )
Sub umbra alarum tuarum. Eu era a flor desfolhada Dos vendavais ao correr; Tu foste a gota dourada E o lírio pôde viver. Poeta, dormia pálido No meu sepulcro, bem só; Tu disseste - Ergue-te Lázaro! - E o morto surgiu do pó! Eu era sombrio e triste Contente minhalma é; Eu duvidava sorriste, Já no amar tenho ...
Tipo: Poesias


Meu Anjo, Escuta  ( Gonçalves Dias )
Meu anjo, escuta quando junto à noite Perpassa a brisa pelo rosto teu, Como suspiro que um menino exala; Na voz da brisa quem murmura e fala Brando queixume, que tão triste cala No peito teu? Sou eu, sou eu, sou eu! Quando tu sentes lutuosa imagem Daflito pranto com sombrio véu, Rasgado o peito por acerbas dores; ...
Tipo: Poesias


Infância  ( Casimiro de Abreu )
Ó anjo da loura trança, Que esperança Nos traz a brisa do sul! - Correm brisas das montanhas Vê se apanhas A borboleta de azul! Ó anjo da loura trança, És criança, A vida começa a rir. - Vive e folga descansada, Descuidada Das tristezas do porvir. Ó anjo da loura trança, Não descansa A primavera inda em f ...
Tipo: Poesias


Minha Mãe  ( Casimiro de Abreu )
Da pátria formosa distante e saudoso, Chorando e gemendo meus cantos de dor, Eu guardo no peito a imagem querida Do mais verdadeiro, do mais santo amor — Minha Mãe! — Nas horas caladas das noites d’estio Sentado sozinho co’a face na mão, Eu choro e soluço por quem me chamava — “Oh filho querido do meu coração!” — — ...
Tipo: Poesias


Fé, esperança e caridade  ( Castro Alves )
Eram três anjos - e uma só mulher QUANDO A INFí‚NCIA corria alegre, í  toa, Como a primeira flor que, na lagoa, Sobre o cristal das águas se revê, Em minha infí¢ncia refletiu-se a tua Beijei-te as mãos suaves, pequeninas, Tinhas um palpitar de asas divinas Eras - o Anjo da Fé! Depois eu te revi na fronte bran ...
Tipo: Poesias


Desejo  ( Gonçalves Dias )
Ah! que eu não morra sem provar, ao menos Sequer por um instante, nesta vida Amor igual ao meu! Dá, Senhor Deus, que eu sobre a terra encontre Um anjo, uma mulher, uma obra tua, Que sinta o meu sentir; Uma alma que me entenda, irmã da minha, Que escute o meu silêncio, que me siga Dos ares na amplidão! Que em laço e ...
Tipo: Poesias



<< Anterior 1 2 3 4...19Próxima >>





 


Home | Política de Privacidade | Termos de Uso |    Copyright ©2018 Amo Poesias www.amopoesias.com